Por que assistir a Copa América Feminina?

Falta muito pouco para o início da Conmebol Copa América Feminina 2022 e aqui na Betsson já estamos preparados para acompanhar tudo do principal torneio de futebol sul-americano. E, claro, vamos compartilhar todas as informações e curiosidades sobre a competição para você garantir suas melhores apostas esportivas.

Realizada pela primeira vez na Colômbia, a Copa América 2022 começará no dia 08 de julho, com as partidas entre Bolívia x Equador e Colômbia x Paraguai. 

A seleção Canarinho, atual campeã e comandada pela sueca Pia Sundhage, é a cabeça de chave do grupo B e começa a disputa pelo seu oitavo título na competição no dia 09 de julho, contra a Argentina.

Edições anteriores

Está será a 9ª edição da competição, que foi realizada pela primeira vez em 1991, na cidade de Maringá, no Paraná, e depois, em 1995, em Minas Gerais. Foi só na 3ª edição, em 1998, que a disputa saiu do território brasileiro e desembarcou na Argentina, contando pela primeira vez com a participação das dez seleções da confederação, incluindo as estreantes Colômbia, Paraguai, Uruguai e Peru.

Brasil na Copa América

Com sete títulos, o Brasil é o maior vencedor do torneio. A única vez que isso não aconteceu foi em 2006, quando a Argentina surpreendeu e passou por cima das favoritas brasileiras e tornou-se campeã pela primeira e única vez.

Em 2018, a seleção brasileira foi heptacampeã invicta da Copa América. Vencendo com tranquilidade todas as partidas, foram 7 vitórias, 31 gols marcados e apenas 2 gols sofridos.

Para garantir o título, as meninas do Brasil precisavam apenas de um empate com a Colômbia, mas puderam comemorar o caneco antes mesmo de entrar em campo. Isso porque a Argentina, única que poderia ultrapassar as brasileiras, foi goleada um pouco mais cedo pelo Chile por 4 a 0. Para coroar a conquista, a equipe que na época era comandada por Vadão, venceu as colombianas por 3 a 0, com gols de Mônica e Formiga. Uma campanha perfeita!

Artilharia na competição

É inegável que as brasileiras sempre foram destaques na Copa América e a maior artilharia da competição não poderia ser outra que não verde e amarela, não é mesmo? Roseli tem o maior número de gols da história da Copa América, tendo marcado 16 vezes na edição de 1998. A atacante fez parte da primeira geração de atletas convocadas pela seleção brasileira, em 1988, esteve na edição inaugural da Copa do Mundo Feminina e da estreia das mulheres do futebol nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996.

Já em 2018 foi a colombiana Catalina Usme quem marcou mais vezes: foram 9 gols da atacante.

Classificatória para a Copa

A Copa América é classificatória para a Copa do Mundo de 2023, que será realizada na Austrália e na Nova Zelândia. As três primeiras colocadas garantem vaga para o Mundial. As seleções que ficarem em terceiro nos grupos A e B se enfrentam para decidir quem é a quinta colocada. A vencedora desse confronto disputa com a quarta colocada a repescagem para a Copa.

Além de eliminatória para a Copa do Mundo, desde 2006, o torneio serve como eliminatória para os Jogos Olímpicos. Portanto quem conquistar o primeiro lugar da Copa América também garante o passaporte para a Olimpíada de Paris, em 2024, enquanto a segunda colocada vai para repescagem.

E aí, preparado para a Copa América? Será que o octacampeonato vem aí? Não perca tempo e aposte agora mesmo!